Material exclusivo

Da Etiópia para o Ceará

Você sabia que, até chegar as nossas xícaras, o café enfrentou muitas aventuras pelo mundo? Que tal saber mais com este conteúdo exclusivo assinado pela barista Danielly Soares

14/04/2019 00:02

Muitas lendas cercam a origem do café, dentre elas a mais difundida é a de um pastor de ovelhas (Kaldi) que descobre o poder do café ao ver suas ovelhas bastante animadas após ingerir um pequeno fruto. Daí até chegar as nossas xícaras, o café enfrentou muitas aventuras.

Durante muitos anos o uso do café ficou restrito. O grão de café fértil era totalmente proibido de deixar o Porto de Mocha, no Iêmen.Os árabes que desenvolveram o hábito de torrar, moer e preparar o café com água quente.

Uma vez que a bebida alcoólica é proibida pelo Alcorão, o café foi eleito o“vinho” negro. Tanto é que a palavra “café” vem de “cahuah” um dos vários nomes que os árabes dão ao vinho.

Foi em Constantinopla que surgiu a primeira casa especializada em café (Kiva Han). O café era tão importante para a sociedade que uma mulher poderia pedir divórcio se o marido não fornecesse a quantidade de café necessária a ela.

Os europeus, já sabedores do potencial da bebida, queriam cultivar o grão em suas colônias. Foi nesse momento que o café enfrentou as suas maiores aventuras até chegar ao nosso território.

Ilustração

Primeiro, com o oficial naval Gabriel-Mathieu de Clieu encarregado de levar mudas de café até a Martinica, que chegou a dividir sua própria ração de água potável com uma pequena muda de café. Depois, a aventura ganha toque de romance com o oficial luso-brasileiro Francisco de Melo Palheta que teria recebido a missão de trazer grãos de café da Guiana Francesa

Segundo a lenda, ele teria conseguido a façanha após um flerte com a esposa do governador da colônia francesa.

Mitos e lendas a parte, foi a partir deste momento que o café iniciou sua jornada no Brasil, que é hoje o maior produtor de café do mundo. O que pouca gente sabe é que no Ceará encontramos alguns dos pés de café mais antigos do Brasil.

O que outrora correspondia a 2% da produção de café do Brasil, hoje é um cultivo que busca renovação através do trabalho de alguns apaixonados produtores. O Ceará também teve locais e marcas tradicionais como a empresa de café, Wal-Can que acompanharam o auge da cultura cafeeira cearense.

Aos poucos, o amor do cearense pelo café, muito presente na nossa historia, vem sendo resgatado.

Por Danielly Soares

Barista e Mestre de Torras do Amika Coffee House (Fortaleza-CE)

Danielly Sorares / Foto: Divulgação (Instagram)
Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes Free
Download Best WordPress Themes Free Download
Premium WordPress Themes Download
udemy course download free
download samsung firmware
Free Download WordPress Themes
download udemy paid course for free

Confira mais sobre:

Café

Veja também: